Ter um controle de estoque eficaz é fundamental para evitar desperdícios, seja pelo excesso ou pela escassez de mercadorias. Veja abaixo algumas dicas de como fazê-lo de maneira adequada.

Uma gestão de estoques adequada é essencial para controlar a entrada e saída de mercadorias em uma operação de varejo. Sem isso, todo processo se torna passível de falhas, gerando o acúmulo de alguns produtos e escassez de outros.

A consequência dessa falta de controle é, sobretudo, o desperdício. Produtos acumulados, sem saída, próximos da data de vencimento ou os que têm muita saída em falta no estoque. Essa falha operacional gera insatisfação no cliente e dor de cabeça para o varejista.

Além disso, os furos de estoque também são bastante problemáticos, ou seja, quando a quantidade real de uma mercadoria no estoque é diferente do que diz o sistema.

Para reverter esse quadro é preciso muita organização, colaboradores especializados e ajuda da tecnologia, com ferramentas adequadas para realizar esse controle. Veja a seguir algumas dicas de ouro para fazer um controle de estoque eficaz, independente do tamanho da sua operação.

Equipe capacitada

Mesmo com ferramentas tecnológicas adequadas, como um bom sistema de controle de estoque, se não houver uma equipe treinada e capacitada para gerir o estoque, essa tarefa continuará sendo mal executada e os desperdícios irão acontecer.

Um dos problemas que costuma ocorrer com certa frequência em estoques são os roubos e desvios. Além de ser uma atitude completamente equivocada, o colaborador que faz isso acredita que aquela mercadoria não fará falta ou que o dono não sentirá falta. Nesse caso, não há outra saída possível além de trocar esse funcionário. Instalar câmeras de segurança também pode ser eficaz.

Fazer um bom gerenciamento de estoque é necessário para mapear as quantidades de cada item que se vende. Isso facilita a vida do varejista pois somente assim, ele saberá exatamente a quantidade que ele tem disponível de cada produto, evitando os furos no estoque.

Treinar uma equipe para fazer esse controle com a ajuda de um sistema informatizado é um investimento que vale a pena. Um estoque bem gerido é imprescindível para a saúde financeira de uma loja, seja ela virtual ou e-commerce.

Sistema de gestão informatizado

Um colaborador capacitado é de grande importância para manter o estoque organizado e atualizado, mas não há dúvida de que sistemas de gestão informatizados facilitam muito esse trabalho. A principal razão para isso é que o sistema elimina quase completamente a possibilidade de erro humano.

Com as mudanças que ocorreram no varejo nos últimos anos, a gestão eficiente do estoque tem se tornado imprescindível para o sucesso do negócio. Cada vez mais o varejo tem investido em ferramentas que possibilitam a operação omnichannel, onde as fronteiras entre o on e o offline tendem a deixar de existir.

A omnicanalidade permite, por exemplo, que se venda na loja virtual produtos do estoque da loja física e vice-versa. Essa operação se chama prateleira infinita e é uma estratégia extremamente eficaz se o controle de estoque funcionar como deve. Por outro lado, pode ser um desastre se existirem falhas nesse controle.

Imagine vender um produto na loja virtual que, segundo o sistema, tem no estoque da loja física, mas que na realidade acabou. A informação desatualizada gera frustração no cliente que fica sem o produto e o dono do negócio deixa de realizar a venda. A experiência de compra é fracassada. Priorizar o bom controle de estoque é crucial para o sucesso no varejo.

Controle de entrada e saída

Quanto maior for o estoque e sua operação, mais complexo será o controle de entrada e saída de mercadorias e matérias primas. Tudo que entra e sai do estoque deve ser registrado, sem exceções, e com as devidas emissões de notas fiscais. Só assim é possível ter a certeza de que as informações sobre produtos são corretas e atualizadas.

Contrate uma ferramenta para ajudá-lo nessa tarefa. Há muitas ofertas no mercado, para todos os bolsos e especificidades de cada negócio. Fazer o controle com planilhas é um convite para o erro humano. Além disso, sistemas são desenvolvidos para facilitar a vida de quem faz o estoque, com funcionalidades práticas como alertas para datas de validade de produtos perecíveis, por exemplo.

Regras básicas da gestão de estoque, como PEPS (primeiro que entra, primeiro que sai) são utilizadas para garantir o giro adequado de estoque e evitando que produtos fiquem esquecidos em um armazém.

Reabastecimento Inteligente

O controle rigoroso de tudo que entra e sai é a parte mais importante no gerenciamento de estoque, pois é a única maneira de manter as informações atualizadas sobre cada produto armazenado. Isso facilita também o processo de reabastecimento de mercadorias.

Com o apoio de relatórios gerenciais é possível saber quais produtos têm mais saída e quais tendem a ficar “encalhados” em determinado período. Entender quais produtos são sazonais, como casacos ou roupas de praia, por exemplo, também auxiliam no entendimento do processo de repor mercadorias.

Além disso, ter uma compreensão melhor de que produtos ter em quais estoques, separados por região, ou se há a necessidade de ter algumas mercadorias a pronta entrega são outros fatores que devem ser levados em consideração na hora de abastecer ou reabastecer estoques.

Conclusão

Um estoque bem gerenciado é aquele que é feito de maneira automatizada, tornando o processo mais ágil e assertivo e que vai impactar no desempenho de uma loja, seja ela virtual ou física, evitando desperdícios e, consequentemente, perdas financeiras.

Ter uma ferramenta que permita ao varejista o controle rígido de tudo que entra e sai de um estoque, com informações atualizadas em tempo real e centralizadas, onde todos têm acesso à mesma informação é fundamental para o sucesso de uma operação.

Na era da omnicanalidade isso se torna ainda mais importante. O novo consumidor, cada vez mais digital, e as barreiras entre o físico e o virtual desaparecendo, é imprescindível que o varejista tenha alternativas para atender clientes da melhor maneira.

Estratégias como Dark Store, onde pequenos galpões são usados para atender pedidos online, a retirada na loja e o despacho a partir da loja são modelos de entrega que só funcionam se houver um controle de estoque bem feito.

O Nexaas.Omni é a plataforma omnichannel da Nexaas, que permite, entre outras funcionalidades, que o varejista tenha esse controle de estoque eficiente, facilitando a gestão da operação como um todo e possibilitando atender ao novo consumidor de maneira mais conveniente. Para saber mais sobre as soluções da Nexaas para o seu negócio, clique aqui.

0 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *